Green Day diverte público em SP com show de duas horas e meia de duração - Ligado à Música | Ligado à Música

Green Day diverte público em SP com show de duas horas e meia de duração

10/11/2017  |   Por:

green-day-anhembi-sp-2017

Foto: Leandro Anhelli/Kiss FM

O Green Day se apresentou para 25 mil pessoas, na última sexta-feira (03), na Arena Anhembi, em São Paulo. O show fez parte da turnê mundial “Revolution Radio”, que dá nome ao último álbum dos caras, lançado em 2016. Billie Joe Armstrong, Tré Cool, Mike Dirnt, acompanhados por músicos de apoio, mostraram como ainda é bacana ter uma banda de punk rock, mesmo com 30 anos de carreira.

A expectativa do show entre os fãs era grande, já que fazia sete anos desde o último da banda no Brasil. Para compensar a demora, a galera foi presenteada com duas horas e meia de pura diversão. Teve arremesso de camisetas com uma espécie de pistola, participação de fãs no palco, e jatos d’água em direção da galera que estava desde cedo guardando o melhor lugar na pista.

Quanto ao repertório, o que mais interessa, foi praticamente uma coletânea de sucessos, incluindo músicas de “Revolution Radio”, que estão na boca dos fãs. A apresentação iniciou com as matadoras “Know Your Enemy”, “Bang Bang” e a faixa-título do último disco. Em seguida foi a vez de “Holiday”, “Letterbomb” e “Boulevard of Broken Dreams”.

Os fãs que acompanharam a fase da banda na década de 1990 deliraram quando Billie Joe pegou a famosa guitarra Fender azul com as iniciais de seu nome. E claro que teriam clássicos do álbum “Dookie” (1994), como “Basket Case”, “When I Come Around” e “Welcome to Paradise” – as duas últimas tocadas na sequência. O vacilo da noite foi deixar de fora “She”, canção obrigatória dessa fase.

Era possível notar a felicidade do vocalista em tocar para aquela plateia calorosa. Em diversas momentos do show Billie Joe gritou “Viva, Brasil”, em português, e agradeceu incansavelmente. O artista também recebeu diversas bandeiras do país ao logo da apresentação, como também a bandeira do arco-íris, um dos principais símbolos do movimento LGBT. Em “King for a Day”, teve uma homenagem ao Brasil com um solo de sax de “Garota de Ipanema”. 

O show ainda teve espaço para um tributo a grandes nomes do rock como The Doors, Rolling Stones e Beatles, com um medley que incluiu “Break on Through (to the Other Side)”, “Satisfaction” e “Hey Jude”.

A reta final da performance contou com “Still Breathing”, “American Idiot”, e a ópera punk “Jesus of Suburbia”. Por fim, Billie Joe tocou “Good Riddance (Time of Your Life)” em voz e violão, com uma chuva de papel picado. Assim, o Green Day encerrou aquela sexta-feira quente de feriado prolongado, que já virava madrugada de sábado.

Set List:

01. Know Your Enemy
02. Bang Bang
03. Revolution Radio
04. Holiday
05. Letterbomb
06. Boulevard of Broken Dreams
07. Longview
08. Youngblood
09. 2000 Light Years Away
10. Armatage Shanks
11. J.A.R. (Jason Andrew Relva)
12. F.O.D.
13. Scattered
14. Nice Guys Finish Last
15. Waiting
16. When I Come Around
17. Welcome to Paradise
18. Minority
19. Are We the Waiting
20. St. Jimmy
21. Knowledge (Operation Ivy cover)
22. Basket Case
23. King for a Day
24. Medley (Shout / Always Look on the Bright Side of Life / Break on Through (to the Other Side) / (I Can’t Get No) Satisfaction / Hey Jude)
25. Still Breathing
26. Forever Now

Bis:

27. American Idiot
28. Jesus of Suburbia

Bis 2:

29. 21 Guns
30. Good Riddance (Time of Your Life)